0

Caderno Frankenstein

10.00

De um projeto anterior, as aparas do livro “Lancia Y10”, produzido e editado pela AGIL e de ofertas de papel de escritório usado, iniciou-se um conjunto de experiências com reciclagem. Quando a este processo de junção de desmembramentos de diferentes corpos mortos se juntou um velho exemplar de “Dr. Frankenstein”, a metáfora fez-se. O Caderno Frankenstein contém, na pasta de papel que forma as suas capas, palavras retiradas do clássico de Shelley, formando através da composição das suas diferentes peças uma existência nova, peculiar, mas viva.